Como gastar suas criptomoedas usando o seu cartão de crédito pré-pago?

Como gastar suas criptomoedas usando o seu cartão de crédito pré-pago da Pagseguro?
Como gastar suas criptomoedas usando o seu cartão de crédito pré-pago da Pagseguro?

As instituições “Visa” e “Mastercard” atualizaram sua política de uso e as empresas que emitem cartões de créditos pré-pagos da Payeer, Xapo e Advcash, por exemplo, tiveram seus cartões cancelados. Somente residentes Europeus é que continuaram a usar esses cartões para gastarem suas criptomoedas.

É claro que essa medida prejudicou muita gente, deixando milhões de usuários no limbo, quase sem alternativa para gastarem seus bitcoins ou outras moedas digitais via cartão de crédito pré-pago. Apesar de muitos não acharem vantajoso, por enquanto, para residentes não europeus, como nós, essa é a única opção. Então, vamos parar de chorar e começar a gastar suas criptomoedas com o cartão de crédito pré-pago da Pagseguro!

Gastando suas criptomoedas usando o cartão de crédito pré-pago da Pagseguro!
Gastando suas criptomoedas usando o cartão de crédito pré-pago da Pagseguro!

Após você se logar na sua conta “PagSeguro”, vá até a opção “Meus Cartões Pré-pagos”. Veja que a foto mostra que meu saldo disponível é de apenas 0,17. Já o valor a receber e valor bloqueado estão com saldo “0”.

Vale lembrar que a nossa conta do Pagseguro não é nova. Sempre fazemos essas operações!

Continuando: Já na opção “Meus Cartões Pré-pagos”, você verá a varias informações, incluindo a quantidade de cartões que você tem. Ao lado do cartão, aparece a opção “RECARREGAR”. Clique nesta opção!

Irá aparecer duas opções: “Meus cartões pré-pagos” e Cartões de outras pessoas”. Deixe na opção que já esta selecionada. (veja a foto). Logo abaixo você escolherá qual cartão você quer recarregar. Como temos apenas um cartão, deixe na opção selecionada.

Clique na opção “Valor da recarga”. Digite o valor que você quer recarregar e clique em “CONTINUAR“. Lembrando que o valor é em REAIS (BRL)! Para essa simulação, vamos realizar o deposito de R$ 25,00.

Agora clique na opção “Gerar Boleto”. Irá aparecer a opção com os números do código de barras. Copie esse número e deixe salvo no bloco de notas. Clique NOVAMENTE na opção “Gerar Boleto” e o boleto será gerado, conforme demonstrado na foto (abaixo).

Agora preste bastante atenção!

Agora iremos utilizar o serviço do site www.kamoney.com.br/pagamento

Após acessar o site kamoney, clique na opção pagamento e selecione a opção “BOLETO”.

Copie aquele código de barras que você salvou no bloco de notas e cole na opção “código de barras”. Ao colar, irá aparecer a data do vencimento do boleto que VOCÊ gerou. No nosso teste, o vencimento do boleto é dia 28 de janeiro.

Coloque o nome da instituição bancaria que tem no boleto. No nosso caso foi o Santander.

Agora, coloque o seu nome completo e o seu CPF. Você também deverá colocar o seu e-mail e confirmar o mesmo. Feito todas essas etapas, escolha a moeda que você deseja pagar o seu boleto.

O site trabalha com  13 moedas a sua escolha: Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) Litecoin (LTC), Dogecoin (DOGE), Decred (DRC), Bitcoin Cash (BCH), Lisk (LSK), Ether Classic (ETC), DigiByte (DGB), Stratis (START) e GameCredits (GAME).

Após escolher com qual moeda você vai pagar, clique no captcha “Não sou um robô” e finalmente clique na opção “CRIAR PEDIDO”.

Feito isso, aparecerá à opção da quantidade de moedas que você deverá enviar para a carteira. Como demonstrado na foto. No nosso caso, escolhemos pagar o nosso boleto de R$ 25,00 reais com a moeda Lisk (LSK).

Vamos aos cálculos:

Segundo informações do site: worldcoinindex.com – cada unidade da moeda LISK estava sendo vendida a US$ 22,47.

O pedido para pagar o nosso boleto no site Kamoney foi de 0.3697100 LSK, o que corresponde a RS 25,95. Isso significa que o site cobrou R$ 0,95 centavos de taxa para realizar o pagamento do nosso boleto. Nada mal!

Criamos o pedido às 18:51 e às 19:12 recebemos um e-mail avisando que o pedido foi confirmado pelo rede. Ou seja, o envio das frações da moeda para a carteira que o site nos forneceu para realizar o pagamento do nosso boleto foi enviado e aceito com sucesso. (veja a foto)

Cuidado ao realizar o pagamento enviando suas moedas das exchanger para o prestador de serviço!!!

Quando o nosso pedido foi enviado, a Kamoney deu o endereço e a quantidade de frações de moedas que deveríamos enviar para a wallet de destino.

Usamos a carteira da YouBit para enviar os 0.3697100 LSK. Porém, a Yobit cobrou uma taxa de transferência de 0,03029001 – que deu R$ 2,13. Ou seja, o valor foi ERRADO. E agora? O que fazer?

Pois então, o serviço da Kamoney foi rápido, ágil e nos mandou um e-mail afirmando que o valor foi errado e que faltou enviar 0.2. Para nossa sorte, temos a carteira “Nano Lisk” instalada no PC. Enviamos o restando, e às 19:12, veio o e-mail confirmando que a rede recebeu o envio das frações de LISK para realizar o pagamento. Agora sim, deu tudo certo!

Nesse meio período também recebemos um link para acompanhar o pedido, que até então, estava pendente. Como o pagamento do boleto costuma demorar um pouco, resta apenas aguardar.

Porque escolhemos pagar com qualquer outra moeda e não o Bitcoin (BTC)?

Simples! Até o fechamento deste post, existiam na blockchain, 62.700 transações NÃO CONFIRMADAS na rede (esse número pode aumentar ou diminuir rapidamente.) Ou seja, a nossa transação iria demorar muito para ser confirmada. Isso sem contar que, a taxa que iríamos pagar, iria ser muito mais cara!

Enquanto pagamos 0,95 centavos de real usando a moeda Lisk (LSK), se optássemos em usar o Bitcoin (BTC) iríamos pagar 0.00073 ou R$ 2,21 de taxa na cotação de R$ 34,328,53.

A taxa de R$ 2,21 – caso pagássemos o boleto com bitcoins é relativamente baixa, se comparado há algumas semanas atrás. Porém, optamos pela rapidez e acabamos usufruindo pela rapidez e taxas mais baixas que a moeda Lisk nos proporcionou. Economizamos R$ 1,26 de taxa. Parece pouco, porém, cada centavo em criptomoeda, conta!

Pagamento confirmado!

 

 

Para nossa alegria e satisfação, às 16:33 do dia seguinte, recebemos a confirmação do pagamento do nosso boleto feito com a moeda Lisk (LSK). Imediatamente acessamos a nossa conta do Pagseguro e conforme mostra foto, o pagamento estava lá, porém, estava: “aguardando pagamento”. (foto acima)

Isso significa que agora devemos esperar o Pagseguro aprovar o pagamento que foi realizado pela empresa Kamoney. Isso é de praxe e devemos aguardar.

No dia seguinte, conforme demonstrado na foto, o pagamento foi “aprovado” e a adição de fundos, ou seja, a recarga do cartão, foi concluída, como demonstra essa outra foto acima. Operação realizada com sucesso!

Entre a criação do pedido na Kamoney, a realização do pagamento e a recarga do nosso cartão pré-pago, levou apenas dois dias úteis. Um dia a menos, se você fosse pagar qualquer boleto convencional de qualquer provedor de pagamento. (veja foto abaixo)

Serviço rápido, garantido e sem complicação! Agora é só você pegar o seu cartão pré-pago que é aceito em qualquer estabelecimento comercial e usá-lo no método “cartão de crédito” e fazer suas compras.

Se você preferir, você pode sacar o dinheiro na rede dos Caixas Eletrônicos 24h. Nesse caso, o Pagseguro irá cobrar uma taxa de 7,50, por saque. (a taxa de saque poderá sofrer alterações sem prévio aviso, consulte as condições e taxas no site)

Boa sorte e bons negócios!