Por que comprar uma máquina para minerar criptomoedas em sua própria casa não compensa!

Por que minerar Bitcoin sai extremamente caro no Brasil?

Foi um verdadeiro choque de realidade e milhões de investidores ficaram sem chão após a famosa Hashocean dá um chá de sumido sem nenhuma explicação aos seus usuários e investidores. Após a Halving do Bitcoin, muitas mineradoras, ou melhor, sites que se diziam ser mineradoras de bitcoins caíram, como a Topminer, a CLDMiner e recentemente a Hash-Capital.

Em virtude do desaparecimento de tais mineradoras fraudulentas, é natural e até compreensível que nós, investidores, traides, preferimos comprar maquinas de mineração ao invés de investir nesses sites que se dizem mineradoras, mas acabam saindo do ar e aplicando o calote em seus investidores.

Porém, o grande problema de investir nessas maquinas é que o custo da energia elétrica no Brasil, que é extremamente caro, e se compararmos com os custos energéticos em relação aos outros países, aí que você fica revoltado. Enquanto Americanos, Português ou Canadense investem em maquinas específicas de mineração de cripto-moedas, ganham seu rico dinheirinho e sustentam sua família, o Brasileiro que fizer esse tipo de investimento, além dele ser tachado de doido, ele ainda irá se ferrar de verde e amarelo e sairá no prejuízo. Tudo por causa do custo elevado da energia elétrica no país.

Fiz uma pequena pesquisa do custo/beneficio de cada maquina em relação aos ganhos da mineração das criptos-moedas  em relação aos gastos da conta de luz, e o resultado é de cair o queixo.

Pra começar, vamos ver essa beleza que minera Litecoin a 110MH/s

Mineradora de Litecoin

Segundo informações do vendedor, essa belezinha minera 1.0 Litecoin por dia e segundo informações do site litecoinpool, é mais ou menos isso mesmo, de 1.0 a 1.05 Litecoin por dia. Isso já levando em conta o grau de dificuldade da mineração da própria rede. Parece muito bom, mas o fator “gasto com energia elétrica”, desanima qualquer entusiasta. Isso sem levar em conta o valor da compra da máquina, que é de R$ 3.299,00 reais.

Vejam os cálculos:

A mineradora gasta 1050W de energia

Vezes 24 horas ligada

Vezes 30 dias – Então ela vai consumir 756000 Watts mês.

Agora pegamos esse número (756000) e dividimos pelo denominador 1000, que é igual a 756.

Ou sejas, essa mineradora consome 756KWh mês.

Agora e só multiplicar pelo kilowatts hora que a empresa de energia cobra. No meu caso, na minha região, a CPFL, cobra equivalente a 0.72 centavos de kilowatts hora.

Vou pegar esses 0.72 (kWh) e multiplicar vezes os 756W da maquina,

Que é igual à impressionante R$ 544,32 reais gastos com a luz dessa mineradora.

Caso você não tenha entendido muito bem, por favor, vejam esses dois vídeos no YouTube: Vídeo 1, Vídeos 2

Voltando ao assunto: Pra mim não compensa comprar essa maquina, devido aos altos custos de energia elétrica. Enquanto a mineradora me rende 31 Litecoin que custa em média R$ 12,60 cada LTC, vezes os 31 LTC mês, a mineradora vai me rende R$ 390,60 (reais), (na cotação do dia que essa matéria foi publicada (02/08/2016), o meu custo de energia quebra qualquer expectativa de ganho.

A luz vai me custar R$ 544,32 – enquanto o lucro da mineradora vai me render apenas R$ 390,60. Ou seja, eu ainda teria que COLOCAR MAIS R$ 153,72 só pra pagar o gasto com energia elétrica.

Para que eu tenha, de fato,um lucro, o Litecoin que hoje, (02/08/2016) custa $ 3,82 – tinha que custar pelo menos  o mesmo valor do Etherium, que atualmente está por volta de $ 12,18. Nesse caso eu teria um rendimento, já convertido para o real, a bagatela de R$ 1.231,01 – tirando os R$ 544,32 de luz, o eu lucro BRUTO seria de R$ 686,69

Ou seja, é um tipo de investimento que o investidor de cripto-moedas vai ter a médio e longo prazo. Não adianta, essa é a realidade. Ainda mais aqui no Brasil.

Zeus, a mineradora que minera vários tipos de moedas

Já essa outra maquina, denominada de Zeus, além de minerar Litecoin, ela também minera outras moedas baseada no algoritmo script, como Dogecoin, Cagecoin, Blackcoin e por aí vai. Nesse caso, o investimento nessa maquina é uma boa opção devida a facilidade de minerar varias moedas, como demonstra na foto.

Segundo o anunciante, ela minera a 22 MHh/s e consegue minerar :

0.5 LTC / dia

15.12 LTC / mês

184.09 LTC / ano.

A mineradora tem um gasto de 800W. Com tudo, segundo o site litecoinpool.org -fazendo os cálculos, com essa velocidade de mineração ela consegue captar:

Em 1 dias/     0.21135146 LTC 

Em 7 dias/     1.47946025 LTC

Em 30 dias/   6.34054395 LTC

Apesar do conflito de cálculos de mineração, vou confiar da análise do site oficial da pool do Litecoin. Nesse caso, esses 6.3 Liticoin me renderiam 24 dólares, ou R$ 78,00 (reais). Essa máquina consome 800W de energia. Isso significa que vou gastar R$ 414,12 para lucrar R$ 78,00 reais de Litecoin minerado. Surreal!

Mesmo que a mineradora Zeus me rendesse conforme descreve o anunciante, 15.12 LTC por mês. Vejamos os cálculos:

1.0 LTC valendo $ 3.84 dólar, ou R$ 13,00 reais, vezes 15.12 – é igual a $ 58 dólares, ou R$ 188,50 reais, (com a cotação do dólar valendo 3,25. 

O custo de energia que essa mineradora consome é de R$ 414,12 – sendo que a mineração vai me lucrar apenas R$ 188,50.

Ou seja, eu teria que vender todos os Litecoins minerados em um mês e ainda colocar mais R$ 225,62 para PAGAR os custos de energia elétrica que essa mineradora iria consumir. Resumindo o assunto. Não vale a pena comprar a mineradora Zeus. Há não ser que você faça um gato de energia. Aí sim, compensaria e muito comprar a Zeus.

Essa Zeus é um achado, não pela sua velocidade de mineração, mas sim, pela possibilidade de minerar várias moedas, muitas delas, promissoras. Mas o consumo de energia elétrica quebra quaisquer expectativas de ganhos reais.

 

Minerar Dascoin pode valer a pena, porém…

Mineradora de Dashcoin vale muito mais a pena, porém???

A maquina, modelo ASIC Pinidea X11 Miner DR-1 consome 500W de energia

Ela vai ficar ligada 24 horas por dia.
Vezes 30 dias, ela vai consumir 3600000 kwh /mês,
dividido pela constante 1000.
que é igual a 360 kwh,
multiplicado pelo kilowats hora que é de 0,72 (centavos na minha região),
é igual a R$ 259,20 por Mês de luz que essa máquina vai gastar.

A mineradora de Dashcoin, ASIC Pinidea X11 Miner DR-1 vai minerar equivalente a

0.75     Dashcoin por dia

5.18   Dashcoin por semana, ou

22.22 Dashcoinb por mês

Na cotação atual, cada Dashcoin ta valendo em média $ 11,52 dólares, ou R$ 37,32 (reais) – vezes 22 Dashcoin R$ 821,04 – fora os quebrados, que é 0.22

 

Tirando os custos de energia que é de R$ 259,20 – o lucro puro será de R$ 561,84 por mês.

Ou seja, vale à pena minerar Dashcoin com essa máquina.  Porém, para que você possa ter um lucro equivalente a um salário mínimo ou mais, a Dashcoin tem que alcançar a cotação de pelo menos $ 22 dólares. O que pode acontecer quando acontecer à próxima Halvin do Bitcoin, que está programado para ocorrer em 2020.

Parece bem promissor minerar Dashcoin com a ASICPinidea X11, mais eu não levei em conta o valor da maquina. Ela não foi de graça! Aí que o bicho pega. Bom, como eu não achei o preço dela na internet,  vou usar como modelo o valor da X11 Dr2 450 M Mineiro Asic miner 450 M PinIdea 450MH PinIdea Dr2 450 M Dashcoin (clique e veja o anúncio) que esta sendo vendida não site AliExpress.

Essa belezinha custa US $1,338.88 / Aproximadamente R$ 4.437,59 reais, fora o frete que serão mais US $ 134,04. Ou seja, o total da mineradora será de R$ 4.881,86. Porém, tem um outro pequeno DETALHE que está especificado no anúncio, que é… isso mesmo, ele não vende com a FONTE! Ou seja, você terá que comprar a fonte a parte. Resumindo o assunto, não vale a pena!

Minerado de Bitcoin e outras moedas:

Por que comprar uma máquina para minerar criptomoedas em sua própria casa não compensa!

Essa belezinha aí na foto é uma mineradora bem promissora. Segundo o anunciante, a velocidade de mineração dela é de 100 GH/s. Essa mineradora que tem um formato de um Ipod e minera moedas com a tecnologia SHA-256.

Ou seja, além dela minerar Bitcoin, ela também minera outras altcoins que usa a tecnologia SHA-256, como o Namecoin, Peercoin, Feathercoin … entre outras.

O que torna essa mineradora fantástica além da sua velocidade (que é bem interessante), é o seu custo de energia. A maquina consome apenas 80Watts de energia. Se fizer a seguinte conta:

80Watts

vezes 24 horas,

vezes 30 dias,

dividimos pelo denominador 1000,

e multiplicarmos pelos 0,72 kilowatts hora (minha região, veja a sua), o resulta é que essa maquina vai consumir apenas R$ 41,47 (quarenta e um reais e quarenta e sete centavos). Sem dúvida é o melhor custo-benefício da Via láctea.

Mas calma aí pessoal, nem tudo é um mar de rosas. Essa mineradora custa R$ 940,00 reais. A mineração dela é de 100GH/S. Se a pessoa se focar e querer minerar apenas Bitcoins, por mês ela vai render:

 

Tabela de mineração de Bitcoins
BTCs minerados Dólar
por dia 0.00011391 BTC $0.07
por semana 0.00079734 BTC $0.46
por mês 0.00346700 BTC $2.02

 

Segundo os cálculos do site: alloscomp.com/bitcoin/calculator

Se levarmos em conta que a cotação do dólar no dia de hoje (02/08/2016) que é de R$ 3,25, então essa mineradora vai me render R$ 6,56 por mês, ou R$ 78,78 por ano. Isso significa que em aproximadamente 12 anos (2028), eu iria recuperar o valor que eu paguei por essa maquina, a qual me custou R$ 940,00 reais.

Isso sem contar que nesses doze anos, iria ocorre três Havin do Bitcoin e cada Havin, a quantidade de Bitcoin por blocos minerados a cada 10 minutos diminui pela metade. Veja:

2016 – 12.5

2020 – 06.2,5

2024 – 03.01

2028 – 01.005

A cada Haven, a quantidade de Bitcoins por blocos diminuiu. Ou seja, é prejuízo total e incalculável! Resumindo o assunto. Pra minerar Bitcoin, nenhuma maquina compensa. Mas espera aí, ela também minera outras altcoins, como Namecoin, Peercoin e Primecoins por exemplo.

Então se pegarmos uma outra moeda e minerarmos com esses 100 GH/s de velocidades, eu iria ter muitas outras altcoins. Sendo assim, quando aquela altcoin se valorizasse, como por exemplo, o Peercoin, que na cotação de hoje, vale $ 0,39 dólares eu teria uma grana violenta quando fosse vender. Será?

Cada moeda tem sua rede de velocidade de mineração estabelecida, exemplo: Só compensa minerar Bitcoin com uma velocidade de 500 GH/s ou 0.1 TH/s, já em MH/s não compensa mais, e em KH/s pior ainda.

Com tudo, você não pode querer minerar, por exemplo, Litecoin com 0.1 TH/s por segundo, sendo que a rede de velocidade da mineração do Litecoin é em MH/s por segundo. Nesse caso, essa mineradora só pode minera moedas com a tecnologia SHA-256 com GH/s por segundo.

Mesmo assim, vamos aos fatos. Segundo os cálculos do site: coinwarz.com/calculators/peercoin-mining-calculator/ Minerando Peercoin a 100 GH/s – essa mineradora iria render apenas:

5.72 Peercon,  sendo que o Peercoin vale $0,39 (dólar)

Por mês na cotação de hoje iria ganhar R$ 6,62 (reais), sendo que o custo de energia seria de R$ 41,47 centavos.

Para que eu lucrasse pra valer com a mineração de Peercoin, a moeda teria que vale, pelo menos, o mesmo valor do Etherium hoje, $ 12.11 ou R$ 39,48 – o que me daria uma renda de R$ 225,80 – descontando o gasto de luz, o meu lucro seria de apenas R$ 184,33. Em cinco meses eu pagaria essa maquina.

Um dia o Peercoin terá esse valor, ou até mesmo será mais alto. Porém, não podemos confiar no agora e sim, no amanhã. Por essa razão o investimento dessa mineradora que parece um Ipod não compensa. A não ser que você queira investir a um prazo excepcionalmente longo.

Conclusão: A compra da mineradora  de Dashcoin compensa e muito. Já a de Litecoin é pensando a médio e longo prazo, devido aos custos de energia elétrica que consomem quase 60% do lucro da máquina.  O fator “energia” pesa muito e pode variar tanto pra mais quanto pra menos, isso vai variar de acordo com a região que você mora e o valor da sua energia elétrica. Já a Zeus, a mineradora que se parece com um Ipod, não compensa mesmo.