Quais são os melhores cartões pré-pagos para você gastar seus Bitcoins?

 

Cartões e taxas: Qual o melhor custo beneficio?

Cartões e taxas: Qual o melhor custo beneficio? Usar o Bitcoin para comprar produtos e serviços na internet já é uma realidade. Você também pode pagar qualquer boleto como: água, luz, telefone e até mesmo carregar seu celular usando o Bitcoin como forma de pagamento. Agora usar seus BTCs para adquirir algum bem ou serviço no mundo real, aí a coisa já complica um pouquinho .

Com tudo, as empresa já deram um grande passo e criaram os famosos cartões de débitos recarregáveis! Com esses cartões você pode colocar seus Bitcoins e comprar em qualquer loja física da sua cidade, seu estado ou até mesmo fora do país. O melhor disso tudo é você que vai determinar o limite do seu cartão e para que ele tenha limite, você deverá depositar usando seus Bitcoins.

Porém, antes de fazer o pedido do seu cartão, você deve saber que essas empresas cobram algumas taxas para usar o cartão de debito que utilizam o Bitcoin como forma de saldo para realizar suas compras. Fiz uma pequena análise dos cartões mais utilizados pelos usuários. Leia com atenção e escolha aquele que você acha que é o melhor pra você. Afinal de contas, nem tudo são flores e até algumas rosas tem espinhos.

ADVcash – O cartão  cobra USD $ 5,00 dólares de taxa para ter o cartão físico, a qual a pessoal poderá comprar (utilizar) em qualquer loja do mundo que aceita a bandeira Mastecard. Você também tem a opção de pedir o cartão virtual qualquer loja virtual. Nesse caso o cartão virtual custa um dólar e só pode usá-lo on-line.

O cartão físico leva de 2 a 6 semanas para ser entregue na casa do cliente. O ADVcash cobra 2% por cada transação sobre o valor total de CADA compra. Exemplo: Se você fizer uma compra de 100 reais, o cartão irá cobrar 2% sobre o valor total da compra. Isso quer dizer que o cartão vai te cobrar 2 reais por transação.

O grande problema é que ele vai te cobrar todas as vezes que você fizer alguma compra. Se no mesmo dia você fizer outra compra, o ADVcash vai cobrar mais 2% sobre o valor total dessa outra  compra que você fez. Detalhe: a empresa também vai lhe cobrar mais 1% de taxa para recarregá-lo. Parece pouco, mas ao longo do mês essas taxas podem fazer uma grande diferença. Para maiores informações acesse o site: advcash.com/en/

 

Criptopay – O cartão pode ser carregado com Bitcoins e a conversão dele é instantânea. O cartão trabalha com a bandeira Visa e custa 15 dólares. O cartão leva de 2 a 6 semanas para chegar.  O cartão cobra 1% de taxa ao carregá-lo. Nas transações, ele cobra $ 3,50 USD sobre o valor total da compra por dia que usar. Isso quer dizer que, se você usar ele, duas ou três vezes em um único dia, será cobrado apenas $ 3,50 UDS por dia que usar. Bem mais vantajoso que o ADVcash e a Xapo que cobram de 2 a 3% por cada transação. O cartão da Criptopay ainda cobre uma taxa mensal de 1 dólar. Para maiores informações acesse o site: cryptopay.me/bitcoin-debit-card

 

– O cartão físico da Xapo custa 20 dólares e cobra 3% por cada transação sobre o valor total de cada compra. Se você quiser sacar, será cobrada uma taxa de 3,50 USD e só podem ser feitos apenas dois saques por dia. A entrega do cartão levará de 20 a 35 dias para chegar a sua casa. Para maiores informações acesse o site:  xapo.com/pt/

 

 

– O cartão PagSeguro do Uol é de longe o que te traz mais vantagens para quem quer transformar seus Bitcoins em dinheiro. O cartão é de bandeira Mastecard. Custa R$ 12,50 pra adquiri-lo e chega em até 15 dias.

Por se daqui, do Brasil, ao fazer qualquer compra em qualquer lugar do nosso país, o cartão não irá cobrar NENHUMA taxa sobre o valor total de cada compra que você fizer. Ao contrário dos cartões: Xapo, ADVcash e CriptoPay, por exemplo, que te cobra de 2 à 3% sobre o valor total de cada transação. Se o usuário preferir sacar algum dinheiro, o serviço do cartão irá cobrar uma pequena taxa de R$ 7,50 (por saque). Sem dúvida é o melhor cartão.

Para recarregar o cartão é muito simples. É só o usuário emitir um boleto em sua própria conta da pagseguro e usar o serviço “pagarcombitcoins.com – o valor do boleto será creditado no saldo do cartão. O melhor disso tudo é que não será cobrado nenhuma taxa do cartão PagSeguro para fazer essa transação. Para maiores informações, acesse: pagseguro.uol.com.br

– Pelo vi nos vídeos do YouTube e pelo levantamento que fiz, o cartão de débito da Payeer é o menos recomendável, devida as altas taxas que a empresa cobra. Para solicitar o cartão você terá que pagar 20 USD.

O que faz com que o cartão da Payeer seja muito caro é na hora de fazer a recarga o cartão. A empresa age de má fé e cobra uma sub-taxa na hora em que você vai fazer a recarga. Exemplo: ao colocar 100 USD em credito no cartão, a Payeer cobra 2 dólares. Até aí tubo bem, qualquer cartão desse tipo cobra essa taxa. Porém, no caso dessa empresa em questão é que, além dos 2 dólares, ela cobra mais 2,33 dólares. Mas, como assim??? Veja o vídeo.

Quando você vai fazer um deposito em BTCs, essa sub-taxa já vem atrelada ao valor dos BTCs que você vai ter que depositar. Exemplo: Ao invés de você depositar 0,1400070 que vale R$ 344 reais, a empresa manda você depositar  0,140599, que vale 346,23. Ou seja, a Payeer, injustificávelmente cobra uma taxa adicional a mais sem a menor explicação.

O abuso não para por aí! Esse depósito é para você colocar na sua carteira de Bitcoins. Para transferir esse valor de BTCs para o seu cartão, a empresa cobra mais 3,44 USD para transferir seus BTCs para o cartão. Um abuso sem igual! Como disse antes, veja o vídeo!

A pesar da empresa oferecer um cartão da bandeira Mastercard Platinum (o que eu acho a maior ostentação), a má fé da empresa em cobrar tantas taxas e algumas delas de forma oculta e abusiva, faz com que a Payeer perca a credibilidade. Realmente não vale a pena fazer o cartão da Payeer, a não ser que você queira rasgar dinheiro e enriquecer a empresa.

Detalhe 1: Segundo informações do site da empresa, ela não cobra taxa de transação referente às compras. Se for verdade, talvez essas sub-taxas já estejam atreladas para não taxar o usuário toda vez que ele vai fazer alguma compra com o cartão. Só que nesse caso, a empresa deveria explicar isso e não ignorar o usuário que fica contestando as taxas cobradas a mais sem a menor explicação. Bom, pelo menos foi isso que eu entendi ao ver que no próprio site da empresa afirma que não cobra nenhuma comissão por transações. Para maiores informações, acesse: payeer.com/en/

Então, você deve colocar os prós e os contras na balança e escolher qual é o melhor cartão de debito para gastar seus Bitcoins.

Boas compras!

ATENÇÃO: devida a nova política da empresa Visa, os cartões que foram emitidos para moradores FORA da União Européia, deixarão de ser utilizados. Para maiores informações, acesse este post: Cartão de débito Xapo deixa de ser emitidos para usuários fora da Europa

Vale lembrar que, a Mastercard também adotou novas políticas e também irá cancelar os cartões que foram emitidos fora da Europa. Leia: Nem AdvCash e nem Payeer: Mastercard bloqueia cartões fora da Europa

Restando apenas o cartão pré-pago da pagseguro da Uol, a qual o usuário deverá imitir um boleto e paga-lo com seus Bitcoins acessando o site (paguecombitcoin.com), que caíram em credito na nossa moeda.