Grin e Beam: as criptomoedas que estão dando o que falar!

Conheça a Grin e a Beam: duas criptomoedas que utilizam a tecnologia MimbleWimble!
Conheça a Grin e a Beam: duas criptomoedas que utilizam a tecnologia MimbleWimble!

A Grin (GRIN) e a Beam (BEAM) são as primeiras criptomoedas que foram criadas que utilizam a tecnologia MimbleWimble. Acesse e saiba mais!

Basicamente, não existe diferença nas duas criptomoedas no que diz respeito à utilização da tecnologia MimbleWimble (MW). Ambas utilizam o mesmo protocolo. No entanto, as sutis diferenças no que diz respeito à criação dessas criptos param por aí. Vamos conhecer um pouquinho cada uma delas:

Beam (BEAM) – Essa criptomoeda tem um supply de 2.745,600 em circulação no mercado, sendo que sua quantidade total será de 262.800,000 milhões de moedas. Cada bloco minerado leva em torno de um minuto.

Segundo o bloco explore da Beam, a tesouraria ainda não tem nenhuma moeda. O bloco atual (até o fechamento deste post) é 34.320 e quando chegar ao bloco 43.800 à tesouraria irá ter uma quantidade de “876.000” moedas.

A BEAM sai na frente porque a cripto, além de ter uma quantidade limitada, como padrão se comparada as outras criptos, ela ainda implementou recursos exclusivos, como:

  • Transações anônimas ou não (à escolha do usuário)
  • Pode fazer auditoria nas transações
  • Linguagem de programação C++ (comum e eficiente)
  • Tem uma carteira funcional e compatível com os principais sistemas operacionais.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo cotada a US$2,45. A criptomoeda pode ser comprada/negociada na exchanger HotBit.

Para maiores informações, acesse o site oficial: www.beam.mw

Grin (GRIN) – Essa criptomoeda chegou ao mercado com um PUMP incrível. Está até parecendo o dejá vú da NANO (antiga RaiBlocks), lembram? A moeda que iria desbancar o Bitcoin (BTC), cuja sua corretora foi hackeada e a moeda passou por um Rebranding (…). Caso não se lembre, acesse este post e fique atualizado!

 Apesar desse estardalhaço todo, a Grin (GRIN) tem um pequeno defeito. Essa criptomoeda tem uma quantidade infinita! É isso mesmo que você leu! A Grin é uma moeda que é minerável e tem uma quantidade (supplay) IN-FI-NI-TA! Ou seja, a mineração dela não acaba NUNCA! Até agora foram mineradas 1 milhão e 8 mil moedas de uma total infinito.

Fazendo uma simples comparação: a última fração do Bitcoin (BTC) será minerada no ano de 2.147 – enquanto isso, a mineração da Grin (GRIN) vai continua infinitamente. Ou seja, enquanto houver um planeta – chamado TERRA – a mineração da Grin vai continua. Como diz aquele personagem do filme Toy Story – Buzz Lightyea: ao infinito e além!

Preço da Grin hoje!
Preço da Grin hoje!

Voltando ao assunto: Até o fechamento deste post, a Grian está(va) valendo US$14,34. Dês do dia do seu lançamento (15/01/2019) a cripto valorizou 300%. Simplesmente surreal! Veja o preço dela agora!

Sendo assim, o valor dessa moeda no mercado está sobre-vendido. Isso significa que essa criptomoeda está sobrevalorizada devido à sua quantidade que é infinita.

Geralmente, para se calcular o valor de uma determinada ação versus a quantidade de ações emitidas o mercado usa uma técnica chamada de Valuation. Isso é muito comum no mercado de ações.

No mercado de criptomoedas não existe esse termo técnico. Porém, você mesmo pode usar essa técnica e aplicá-la no mercado cripto, bastando apenas somar a quantidade de moedas em circulação que está no mercado com o valor atual dela hoje. Exemplo:

Preço do Peercoin (PPC) hoje!
Preço do Peercoin (PPC) hoje!

Veja essa foto acima:

Esse print tirado do site coinmarketcap mostra que o valor da criptomoeda Peercoin (PPC) custa US$0,49 à unidade.

Leia: Por que você deve investir na Peercoin!

Então, é só pegar esse valor (US$0,49) e somar com a quantidade total de moedas que está disponível no mercado (Supply Circulating) que são: 25.172.582 milhões de Peercoins (PPC), e multiplicarmos pelo seu valor atual (US$0,49), o resultado será: $12.402.897 milhões de dólares ou 3.583 Bitcoins (BTC). Ou seja, esse é o valor total de mercado juntando todas as Peercoins em circulação.

Esse seria o Valuation da Peercoin no mercado de criptoativos. Agora, como um investidor vai investir em uma moeda cuja sua quantidade é infinita? Fica difícil fazer esse cálculo!

Se fica difícil fazer os cálculos, mas difícil ainda será convencer os investidores (sérios, com muita grana) a colocarem sua grana em uma moeda que tem uma emissão sem fim. Fica difícil do investidor se sentir seguro.

Vai chegar uma hora que – quem estiver minerando – vai querer vender e quando isso acontecer, haverá um despejo tão grande no mercado que o crash do bitcoin será brincadeirinha de criança.

Não estamos falando mal da criptomoeda, mas sim, colocando todas as cartas na mesa e o resultado não é nada animador. A única coisa que nos preocupa é que o valor da Grin (GRIN) está super valorizado visto que sua quantidade que é infinita. Isso está errado e a médio e longo prazo essa discrepância tende a ser corrigida.

  • A Grin (GRIN) tem uma quantidade infinita
  • Sua programação é “Rust”
  • Foi lançada dia 15 de janeiro de 2019
  • Não tem uma carteira para guardar suas moedas.

Ambas as criptomoedas Beam (BEAM) e Grin (GRIN) posem ser negociadas na exchanger HotBit.

Para acompanhar o valor das criptos acesse esses sites abaixo:

https://coinmarketcap.com/
https://www.worldcoinindex.com/
https://coincheckup.com/
https://www.coingecko.com/pt

Para maiores informações sobre Grin, acesse o site oficial: https://grin-tech.org/

Boa sorte e bons investimentos!

Aviso: Lembrando que esse é um mercado de risco. Esteja ciente que você pode perder dinheiro nesse mercado! Leia o nosso Termos de Uso.