Hackers ameaçam lançar filme inédito da Disney se não pagarem o resgate em Bitcoins

Hackers ameaçam lançar filme inédito da Disney se não pagarem o resgate em Bitcoins!

Com a incrível alta do Bitcoin, valendo em media 1.800 dólares, os cybers criminosos viram uma grande oportunidade de extorquir grandes empresas e indústrias – e ainda exigem que o pagamento seja na moeda virtual “Bitcoin”, que não pode se rastreada. (Se você sabe o que é bitcoin, clique aqui agora)!

Esse ataque virtual na Disney lembra muito o grande ataque no último final com o vírus Rasonware. A diferença é que não houve milhares de computadores infectados em vários países, pior que isso, os hackers invadiram os servidores dos estúdios Disney e sequestraram um grande filme e ameaçam publicá-lo via Torrent caso o pagamento em Bitcoins não seja efetuado.

O CEO Robert Iger, declarou que esta trabalhando junto com o FBI e não irá pagar o tal resgate. A divulgação sobre a invasão ocorreu ontem, 15/05/2017 durante um Town Hall da divisão ABC News da Disney, justamente onde o tema em pauta era a pirataria on-line.

A Disney afirmou que não sabe qual o filme os hackers roubaram. Os dois únicos filmes de grandes orçamentos prestes a serem lançados nos cinemas são: Piratas do Caribe – A Vingança de Salazar (que tem estréia prevista em 25 de maio) e Carros 3 (que tem estréia prevista  para 17 de julho), ambas estreiam em breve no Brasil.

Alguns sites afirmam que o filme roubado é “Piratas do Caribe – A Vingança de Salarar”. Ambos os filmes devem faturar mais de 500 milhões de dólares em bilheterias mundiais. Caso um desses filmes seja divulgado antes do tempo, certamente será um desastre.

Um caso parecido ocorreu na Netflix, quando hackers invadiram os servidores da empresa e roubaram os 10 primeiros episódios da série “Orange is the New Black” e prometeram distribuí-la na rede caso a empresa não pagasse 50 bitcoins (cerca de US$ 68 mil). Como a Netflix NÃO pagou, os hackers publicaram a série.

Há tendência é que esse tipo de golpe seja cada vez mais comum, já que o preço do Bitcoin não para de subir e os servidores dessas e de outras empresas são muito vulneráveis a esse tipo de ataque.

Ou as empresas investem em segurança online mais rigorosas ou pagam pra ver, pois esse tipo de ataque já esta começado a ser mais comum do que imaginamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *