Ouro versus bitcoin e o asteroide da Nasa: O que não te contaram e o que você precisa saber!

Ouro versus bitcoin e o asteroide da Nasa: O que não te contaram e o que você precisa saber!
Ouro versus bitcoin e o asteroide da Nasa: O que não te contaram e o que você precisa saber!

No dia 2 de janeiro, o portal de notícias Metro publicou a seguinte notícia: Nasa investigará se asteróide está repleto de ouro com valor de 10 mil quatrilhões de dólares!

Segundo analistas, o metal precioso contido nessa rocha chamada Psyche 16 é avaliado em 10 mil quatrilhões de dólares, essa cifra é tão escandalosa que, literalmente, iria fazer o mercado do “OURO”, que hoje vale uns 8 trilhões de dólares – virar pó.

Segundo a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa), o asteroide tem 210 kilometros de diâmetros. O asteróide também é composto de ferro e níquel, assim como o núcleo da Terra.

O valioso meteorito está localizado no cinturão de asteróides entre Marte e Júpiter. A Nasa enviará a Missão Discovery em 2023 para estudá-lo, esperando chegar ao asteroide em 2030.

Por que o bitcoin é melhor que Ouro, mesmo?

Simples!

O fato de ter um asteroide abarrotado de ouro vagando entre a órbita de Marte e Júpiter só prova que metal precioso não é tão “escasso” assim. É óbvio que esse asteroide não pode nem chegar perto da órbita terrestre, caso isso ocorra a raça humana já era.

Contudo, se esse asteroide não pode chegar a Terra, isso não significa que possa haver uma quantidade de ouro escondida aqui mesmo, no nosso imensidão planeta azul chamado de Terra.

Se é uma coisa que eu gosto de ver é documentários e um desses documentários que eu vi um cara falou que a raça humana sabe muito mais do universo do que existe no fundo do mar.

Sendo assim, é plausivelmente possível que possa haver uma quantidade tão absurda de ouro no fundo do mar quanto neste asteroide à quilômetros de distância.

No fundo do mar ou em uma carverno ainda inexplorada, caso uma quantidade de ouro (não precisa ser esse volume todo) fosse achado, assim, do nada, a quantidade de ouro no mercado iria aumentar e, portanto, iria causar um colapso no mercado mundial, já que TODOS os países usam o ouro como reserva de valor.

Ouro falsificado! Sim, isso é possível!

Segundo relatos dos documentários “Segredos de Estado: Conspiração do Ouro” exibido no canal pago ‘Histroy 2 e Códigos e Conspirações: Ouro – no finado canal Discovery Civilization; apenas em Manhattan (Nova York) são detectadas 10 barrinhas (onça) de ouro falsas por semana.

Os golpistas envolvem a Onça com uma fina camada de Ouro e o conteúdo principal tem apenas fungtênion, cujo metal que tem a mesma densidade do Ouro e o seu valor de mercado é insignificante.

Hoje (08/01/2020), uma onça está cotada a US$1.556,54 (BLR6.327,03) segundo o site https://goldprice.org/pt/gold-price.html – e, na verdade, a pessoa está comprando uma barrinha de fungtênion.

Como desgraça pouca é bobagem, o portal Livecoins publicou a seguinte notícia: Ouro falsificado de alta pureza alerta investidores: Bitcoin é melhor!

Foram descobertas falsificações em 1.000 barras de ouro de alta pureza. Mas não para por aí: 2,5 milhões de barras falsas são produzidas a cada ano, de acordo com executivos do setor. Acesse o site e leia o post na íntegra!

Então, vem o veterano investidor Mark Mobius dando uma declaração contundente para os investidores comprarem ouro e afirma que a acumulação do metal trará recompensas a longo prazo. Vai nessa!

Ao longo de 2019 o bitcoin teve uma forte recuperação e ficou o resto do ano na marolinha. Em um ano bastante interessante o bitcoin teve uma valorização de 95%, enquanto a Ibovespa teve uma valorização de 25,81% e o ouro de apenas 6,48%.

Isso sem contar que o bitcoin foi considerado o investimento da década, com uma valorização de 9 milhões porcento, superando com folga gigantes da tecnologia como:

  • Amazon: 3.156%
  • Apple: 2.345%
  • Visa: 1.597%
  • Microsoft: 899% (…). Acesse e saiba mais!

Aí vem um tolinho recomendando que você invista em ouro! Sabendo que essa commodities tão “preciosa”, não só pode, como ESTÃO FALSIFICANDO como se fosse tênis de marca.

O bom do bitcoin é que a moeda digital tem um emissão limitada. Serão apenas 21 milhões de unidades. A moeda criada pelo pseudônimo Satoshi Nakamoto foi criada para ser deflacionária na medida que a mesma vai ficando escassa e isso já está acontecendo. Ou seja, a moeda digital já é escassa!

Segundo pesquisa do portal Coin Metrics, a expectativa é que existam 4 milhões de bitcoins que estão perdidos para todo sempre, como as do Britânico, James Howells, que está tentando convencer as autoridades da cidade de Newport, País de Gales, a recuperar seu HD contendo 7.500 Bitcoins (BTC) que ele jogou fora a mais de cinco anos.

Veja o vídeo acima e saiba mais!

E aí, vai continuar investindo em ouro? Se sim, boa sorte!