BitcoinsRecomendamos que Leia

PlantãoCripto #11:Lei Russa proíbe bitcoin! Enquanto isso, moedas fiduciária de vários países viram pó!

Lei Russa proíbe bitcoin! Enquanto isso, moedas fiduciária de vários países viram pó!
Lei Russa proíbe bitcoin! Enquanto isso, moedas fiduciária de vários países viram pó!

O parlamento da Rússia aprovou uma lei que proíbe o bitcoin ou qualquer criptomoedas como meio de pagamento.

Caso o parlamento parasital Russo aprove essa lei abilolada quem for pego comprando ou negociando com bitcoin e/ou criptomoedas poderá pegar até 7 anos de prisão, além de pagar uma multa que chega ao equivalente a 38 mil reais na moeda local, o Rublo.

Leia: Rússia atualiza lei sobre criptomoedas e proíbe comprar bens com Bitcoin

O que é mais contraditório nesta lei que foi parido do cú de algum congressista parasital Russo é que às pessoas ou empresas que aceitarem a receber pagamentos de bens e serviços com criptomoedas deverá pagar uma taxa de 1 milhão de Rublo (75 mil reais) para empresa e as pessoas físicas terão que pagar 200 mil Rublos, aproximadamente 15 mil reais.

Está mais do que óbvio que essa taxinha camarada visa apenas a desmotivação e a inviabilização para que qualquer indivíduo (seja pessoa ou empresa) transacione com criptoativos no país, já que; quem se a-sujeitar a esse estupro disfarçado de taxa terá que declarar para o Governo Federal Russo.  

O governo está desesperado porque as pessoas estão enxergando o quão bom é o livre mercado, cujo mesmo é descentralizado e de livre acesso. Como o governo não tem como controlar as criptomoedas esses parasitas, seja de qualquer país, irão parir uma lei escrota no âmbito de tentar barrar o avanço das criptomoedas e consequentemente, tentar matar o  poder de escolha da população. 

Enquanto a Rússia tentar impedir o avanço do bitcoin e das criptomoedas, El Zonte, um vilarejo em El Salvador, o menor país da América Central, vem adotando o bitcoin como meio de pagamento e, consequentemente, acabou salvando a economia local. Enquanto isso, o papelzinho colorido Argentino também conhecido como dinheiro, vem perdendo tanto valor que a sua moeda – o Peso – vale a menor unidade de um bitcoin. Ou seja, um satoshi!

Leia: A menor unidade de bitcoin vale mais que uma unidade de 8 moedas estatais!

Mesmo assim, o governo parasital Argentino vem imprimindo dinheiro lastreado em honestidade de políticos 24h por dia e não consegue estancar a falta de liquidez no mercado. 

Já no Líbano, outro país que acha que imprimir dinheiro vai resolver o problema da economia viu a sua moeda estatal, a Lira – ou Libra libanesa como também é conhecida – entrar para a seleta lista dos países cujas suas moedas fiduciárias vale o mesmo que a menor unidade de um bitcoin – um satoshi.

Graças a crise economia no país, Libaneses foram às ruas protestar contra o Governo que limitou a quantidade de dinheiro que cada indivíduo pode sacar, já que a corrida aos bancos iriam fazer o sistema bancário virar pó.

É óbvio que essa atitude do governo de limitar que cidadãos saque o seu próprio dinheiro revoltou os Libaneses que atearam fogo em várias agências bancárias.

A crise econômica que veio graças a pandemia vem mostrando o quanto os governos se importam com seus cidadãos. Na primeira queda, esses parasitas governamentais vão limitar que você, cidadão, saque o seu próprio dinheiro impedindo que você se proteger contra a crise financeira.

Verdade seja dita: O mundo não está vivendo uma crise financeira! Estamos vivenciando uma pandemia que prejudicou a economia. O pior ainda está por vir. Pode acreditar!

Às criptomoedas já mostraram que são resistentes a censura, confisco e a manipulação dos governos parasitais. No entanto, a única razão para que as criptomoedas não sejam amplamente adotadas e portanto, podem salvar a economia do mundo de um colapso financeiro iminente, é que os governos não têm o controle das respectivas criptomoedas. Simples assim! 

O bitcoin e às criptomoedas são descentralizadas! Ou seja, não possuem um dono, uma sede, um local físico e, portanto, não podem ser infladas para ajudar apadrinhado políticos e amiguinhos do Estado para seu bel prazer – como fazem com dinheiro fiat.

O livre mercado e apenas o livre mercado é que determina o valor das criptomoedas, graças a oferta e à demanda. Simples assim!   

Como esses governantes não podem controlar as criptomoedas como controlam a emissão de dinheiro fiat esses mesmos parasitas ficam criando leis, regulamentações e/ou qualquer PL abilolada a fim de barrar o avanço das criptomoedas que poderiam beneficiar toda população.

Está mais do que óbvio que o Estado é o grande causador de vários problemas, dos quais, eles criam soluções vagas para resolver os problemas que o próprio Estado criou, fazendo com que a população acredite que o Estado ou o Governo é útil no que faz e sem os governantes a população ficaria a míngua.   

Está mais do que óbvio que o Estado é o grande causador de vários problemas, dos quais, eles mesmos criaram.

O pior disso tudo é que a mídia tradicional vem alienando e fazendo lavagem cerebral na população com suas matérias sensacionalistas e não mostra a real má intenção dos nossos governantes, levando a população à crê, que, o Governo é útil e o grande solucionador dos problemas.

A história mostra que o Estado, no final das contas, só foi criado para parasitar a população tornando-as cada vez mais pobres e dependentes do Estado e, quando chega uma ideia revolucionária, que são as criptomoedas e a sua descentralização que podem ajudar à todos, os governantes criam leis e regulamentações a fim de privar a população de usar essa fantástica tecnologia, que, inclusive, pode combater a corrupção que assola o mundo. 

Cedo ou tarde a tecnologia sempre vence e, portanto, o Governo está com os dias contados. O último prego do caixão já foi comprado e essa classe, chamada de políticos serão lembrados apenas nos livros de história.

Viva o bitcoin!