Como acontece a mineração de Bitcoins?

Como acontece a mineração de Bitcoin

Muita gente acha meio confuso esse lance de minerar criptomoedas pela internet. O Bitcoin, por exemplo, é uma moeda que deve ser minerada e não impressa como o Real, Dólar ou o Euro.

A mineração do Bitcoin é o processo de adicionar registros de transações ao livro razão público do Bitcoin, que armazena todas as transações passadas. Este livro razão é chamado “Blockchain”.

A Blockchain (que significa cadeia de bloco) deixar todas as transações de Bitcoins registradas, a qual qualquer pessoa poderá consultar. Seria como se fosse um banco, que na entrada da agência disponibiliza-se um livro razão-social informando todas as transações realizadas pelos seus correntistas. A Blockchain tem todos os registros de Bitcoins já realizadas, desde o inicio, quando ocorreu a primeira transação da moeda, em 2009.

Como ocorre a mineração e os Mineradores

Primeiramente os mineradores montam os blocos do Bitcoins. Eles agrupam as transações que estão sendo propagadas na rede, mas que ainda não foram inclusas em um bloco já ligado com a corrente. Uma vez que um o bloco montado, o minerador calcula o “hash” para o bloco. Mas o protocolo Bitcoin não aceita qualquer hash. Isso porque os computadores são bons em fazer cálculos, então, se o protocolo Bitcoin aceitasse qualquer hash, todas as moedas seriam mineradas (criadas) em pouquíssimos minutos.

O hash é um número que representa uma informação, gerado a partir de uma fórmula matemática preestabelecida. O hash, também conhecido como discos verificadores, são uma seqüência hexadecimal, representados por números de 0 a 9 e letras de A a F.

Quando uma pessoa vai tirar o CPF, o sistema do governo cria um cálculo matemático para gerar o número de documento. Geralmente esse cálculo usa entre 11 a 15 números para gerar o seu número de CPF. Já os hashs criados pela Rede Bitcoin usam 77 dígitos, entre números e letras.

Como esse Hash pode ser criados facilmente, o protocolo Bitcoin propositalmente torna mais difícil, através da introdução chamada “prova de trabalho”. Assim que a Rede Bitcoin aceita aquele hash, o minerador ainda precisa achar um outro pedacinho de código chamado de “nonce“. O minerador então começa a calcular repetidos hashs do bloco, alterando apenas o número nonce, até achar o nonce verdadeiro.

Assim que nonce é descoberto pelo minerador, o hash daquele bloco foi, de fato, calculado, portanto, será integrada a cadeia de blocos da Blockchain, que fica lá para ser consultado por qualquer pessoa. É assim que a moeda digital é minerada (criada)!

Esse processo é feita sempre a cada dez minutos. Caso os mineradores estejam resolvendo os cálculos muito rápido, o protocolo de mineração é ajustado. Caso estejam muito devagar, o mesmo é ajustado para que a mineração de cada bloco nunca seja mais ou menos de dez minutos. Ou seja, por mais rápido que aquele minerador seja, ele sempre irá levar exatamente dez minutos. Nem um minuto a mais, nem um minuto a menos.

Para que não haja fraude, sempre que um novo bloco é criado, os mineradores mencionam o hash do bloco anterior, para que não haja a criação de blocos falsos de Bitcoins na rede. Como ocorreu com a moeda Zcoin!

Minerar Bitcoin é como decifrar o cubo mágico, porém, muito mais complexo!

Pense na seguinte situação: Imagine que esse hash seja um cubo mágico. A função do minerador é achar o nonce que está dentro daquele cubo mágico (hash). Porém, como os computadores são super rápidos em fazer cálculos, o protocolo Bitcoin vai ajustando o tempo que os mineradores têm para decifrar o hash contido naquele bloco.

Vale lembrar que, a cada duas semanas o grau de dificuldade de se minerar a moeda vai aumentado na medida em que novos mineradores vão entrando na Rede Bitcoin. 

Em quatro em quatro anos acontece a Halving do Bitcoin. Isso significa que a cada quatro anos a quantidade de Bitcoins por bloco que são processados e minerados pelos mineradores na rede, cai pela metade.

Em 2008, eram 50 BTCs por bloco a cada dez minutos
Em 2012, eram 25 BTCs por bloco a cada dez minutos
Em 2016, são atualmente 12,5 BTCs por bloco a cada dez minutos

A próxima Halving do Bitcoin vai acontecer em 2020. Isso significa que serão distribuídos a cada dez minutos 6,25 e não os atuais 12,5 BTCs a cada dez minutos. A estimativa é que em 2032, 95% dos Bitcoins já estejam minerados.

Como a Rede Bitcoin é gigantesca, e tem milhares e milhares de mineradores tentando minerar a criptomoeda, dificilmente um único minerador irá ter a total recompensa, que é 12.5 Bitcoins.

Por essa razão, cada minerador recebe um percentual de acordo com o seu trabalho. Ou seja, quanto mais poder computacional o minerador tiver, mais validações de transações ele vai fazer, conseqüentemente, mais Bitcoin ele vai ter.

O mesmo pode ocorrer ao contrário, quanto menos poder computacional o minerador tiver menor serão as validações, e ele, o minerador, vai receber menos Bitcoins referente ao trabalho realizado pelo período, que é a cada dez minutos. Como a moeda pode ser fracionada, cada minerador recebe um percentual de acordo com o seu poder computacional.

Detalhe: Vale lembrar que os mineradores também recebem as taxas de transações para que as mesmas sejam validadas o mais rápido possível. Quanto maior for ha taxa para que o minerador comprove a transação, mais rápida a transação será comprovada.

Exemplo de uma mineradora de Bitcoins

É por essa razão que os mineradores montam grandes galpões com centenas de maquinas criadas especificamente para minerar a moeda e garantir uma quantidade maior de produção de Bitcoins.

Curiosidade: Israel e a China são os países que mais fabricam essas maquinas para minerar o Bitcoin, e a China é o país que mais minera a criptomoeda.

Só para você ter uma Ideia do poder de processamento da Rede Bitcoin, veja esses números impressionante:

Segundo dados de junho de 2015, o computador mais poderoso do mundo, o Thiane-2, tem o poder de processamento de 54,9 Petaflops/s. Juntando os 10 maiores computadores do mundo juntos, terão um poder de processamento de 155,6 Petaflops/s.

Enquanto isso, a Rede Bitcoin tem até o momento (dados de junho de 2015) quatro milhões e trezentos mil Petaflops/s. De modo que, para chegar à metade do pode de processamento da Rede Bitcoin, seriam necessários 40 mil super computadores Thane-2 para minerar 51% da rede Bitcoin. Impressionante!

Como você pode perceber para se minerar Bitcoin é mais complexo do que imaginamos. Isso porque eu não falei do algoritmo de mineração que a Rede Bitcoin usa – como o Sha-256. Clique e saiba mais! Eu tentei resumir e dar alguns exemplos de forma que ficasse mais fácil a compreensão de como é o processo de mineração da criptomoeda na rede.

Na verdade, a complexidade de se minerar BTC na rede é muito maior do que imaginamos. Mais não se preocupe, não precisamos saber com exatidão de como funciona o processo de mineração, o que devemos saber são alguns detalhes, como por exemplo:

O que é o Bitcoin?
Quando custa e onde ver o preço da moeda?
Onde comprar e onde vender?
Como e onde investir em Bitcoins?
O que é a Haven do Bitcoin?
Qual é a velocidade ideal para se mineração Bitcoin?
Por que o valor do Bitcoin pode variar bastante em apenas um dia?
Como não cair em investimentos fraudulentos que envolvem Bitcoins como pagamento?

Curiosidade: Você sabia que o Google utiliza mais de 200 critérios no seu algoritmo nos resultados de busca para indexar aquele site que você procura para sua pesquisa? Provavelmente não! E você nem deve se preocupar com isso.

Você deve apenas colocar as palavras- chaves no campo de busca, fazer a pesquisa e chegar ao resultado que você procura e sanar a sua dúvida. Simples assim! Deixe que a complexidade, o Google resolve!

Voltando ao assunto: Com o Bitcoin é a mesma coisa! Você não precisa saber com exatidão toda aquela complexidade envolvida por trás da mineração do Bitcoin. Você só precisa saber de alguns detalhes mencionados nos parágrafos anteriores e começar a usar a moeda.

Se você ainda tem alguma dúvida, veja esses vídeos: Introdução ao funcionamento do Bitcoin e Blockchain – #BitcoinRecife e mais esses 10 vídeos do canal: BTCemPortuguês.

Outras informações: termos pesquisados e alguns resultados: como acontece a mineração de bitcoins?

Mineração de Bitcoin – Wikipédia, a enciclopédia livre

Bitcoin: a mineração de moedas | Artigos | TechTudo

[VÍDEO] Mineração de Bitcoin explicada – Bitcoin News Brasil

Documentário: Mineradora de bitcoin na China