O estado é o câncer e a descentralização é a cura!

O estado é o câncer e a descentralização é a crua!
O estado é o câncer e a descentralização é a crua!

O uso dos patinetes elétricos estava fluindo a mil maravilhas. Muitos usuários estavam apoiando a ideia de um meio de locomoção rápida e barata pela cidade.

Apesar de alguns usuários terem caído por não saberem usar corretamente o patinete esses pequenos tombos não desencorajava os (novos) iniciantes. Pelo contrário, mais e mais pessoas viram com bons olhos o quão bom é esse sistema simples de alugar um meio de micro-mobilidade, no qual, se o usuário fizesse o trajeto a pé ficaria longe demais e se pegasse o transporto público obsoleto ou o Uber o trajeto ficaria perto demais.

No entanto, bastou à deputada estadual Rosane Felix (PSD) do Rio de Janeiro se esborrachar no chão e quebrar três dentes que a dita cuja teve a “brilhante” ideia de propor uma lei obrigando as empresas que alugam os veículos a oferecer capacetes aos usuários e um seguro. Simples assim!

Quer dizer, enquanto os outros usuários comuns utilizavam os patinetes elétricos e deixavam seus rostos estampados na rua… tudo bem, quem mandou não prestarem atenção. Agora, bastou à deputada carimbar seu lindo rostinho na calçada (rua) da fama do Rio de Janeiro, pronto, uma proposta de lei é rapidamente criada para dificultar a vida de quem usa esse meio de transporte.

Agora a nossa redação pergunta: Você acha que o estado, realmente está preocupado com o seu bem estar? É óbvio que não! O estado só quer uma coisa: como arrecadar impostos sobre esse meio de transporte. Simples assim! Dúvida? Então continue lendo este post que vamos chegar aos fatos!

Ao se ESBURRACHAR ao chão, o Estado teve a desculpa PERFEITA para querer REGULAMENTAR esse novo meio de transporte por aplicativo. E olha, eles conseguiram!

Agora, você, abestado, que apoiou essa “regulamentação dos patinetes” e mesmo assim usa esse meio de transporte, PARABÉNS, você vão PAGAR mais caro para utilizar esse serviço promissor. Sendo assim, você vai pagar mais caro pela sua ignorância!

Muita gente pode até defender essa regulamentação abilolada. Porém, quem sempre andou de forma errada, feito um lunático, sem se preocupar com a segurança do próximo, vai continua andando feito lunático. Não é porque esse indevido sabe que esse meio de micro-mobilidade é regulamentado ele vai passar a andar certinho. Esse indevido está cagando para essas regrinhas besta.

Quer ver um exemplo: Todo mundo sabe que é PROIBIDO andar de bicicleta na calçada e na contramão. Mas todo dia você ver alguém andando de bicicleta na calçado e na contramão! Então quer dizer que se criar uma regulamentação especifica de como andar de bicicleta àquele cidadão infrator vai respeitar essa nova regulamentação? E claro que não!

Voltando ao assunto: Enquanto os usuários comuns caiam e quebravam os dentes, tudo bem é descuido do usuário. Agora quando uma autoridade se machuca, prepare quem vem chumbo grosso por aí! Dito e feito!

Enquanto a cidade do Rio de Janeiro prepara uma regulamentação, a cidade de São Paulo saiu na frente e já aprovou a regulamentação sobre o uso dos patinetes elétricos na cidade da garoa.

Entre as regras, estava o uso obrigatório do capacete, da qual, essa regrinha foi derrubada por força de liminar. No entanto, as outras regras continuam em vigor, inclusive, a que obriga a empresa Grow, dona dos patinetes Yellow e Grina a se cadastrar junto à Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT).

No dia 29 de maio, a prefeitura apreendeu 1.067 patinetes, já que a empresa Grow não concordava com essa regulamentação trambiqueira. Do total dos patinetes apreendidos, a empresa alega que 400 foram danificados.

O que achamos mais engraçado disso tudo, é que, para reaver os patinetes apreendidos a empresa vai ter que desembolsar 914 mil reais para reaver seus patinetes.

Aí perguntamos: E os 400 patinetes que foram danificados pela prefeitura quando os mesmo foram recolhidos, a prefeitura vai indenizar a empresa? Duvidamos e fazemos pouco!

Ou seja, essa regulamentação (trambiqueira) dos patinetes elétricos foi criado apenas para arrecadar dinheiro dessas Startups que vieram com uma grande ideia de melhorar a locomoção da população nos centros urbanos, já que o transporte público é precário, deficiente e débil – aí vem o ESTADO e criar essa MARAVILHA regulamentária para ferrar a vida do cidadão – sobre o pretexto de deixar a usabilidade dos patinetes elétricos mais seguro e nó final das contas, quem vai arcar com custo final é você, babaquinha que continua defendendo o ESTADO. Veja a foto acima! Acesse e leia a reportagem!

Acha que o nosso site está escrevendo um monte de asneira? Continue com esse pensamento que é exatamente assim que o ESTADO gosta de agir. Alienar a população que fica o dia todo repassando corrente via WhatsApp e disseminando fakenews. Acordem, por favor!

Leia: Luciana Gimenez e Ratinho farão propaganda positiva sobre a reforma da Previdência: O que não te contaram!

A máfia dos Táxis versus Uber e o que o Bitcoin tem haver com isso?

Você já se perguntou por que os taxistas ficam agredindo os motoristas do aplicativo Uber?

Motorista do Uber é atacado durante protesto dos taxistas!
Motorista do Uber é atacado durante protesto dos taxistas!

Pois vamos responder: Simples, existe uma máfia que domina esse tipo de serviço! Vamos pensar um pouco: Se alguém quer trabalhar de táxi, essa pessoa não vai simplesmente chegar ao ponto e “trabalhar de táxi”. Esse indevido terá que comprar o ponto, que custa uns 100 mil reais e ainda terá que pagar uma taxa diária para a cooperativa para pode usar o ponto.

Supondo que esse indevido já tenha pagado pelo ponto, mesmo assim, ele ainda tem que pagar a taxa diária que custa uns 200 reais, e o que o taxista ganhar acima desses duzentos reais, aí sim, será o seu lucro.

Exemplo: Se em um bom dia de trabalho esse taxista tenha feito uns 500 reais, ele paga os duzentos reais de taxa para a cooperativa e o restante (300) é o lucro dele. Fora os 100 mil reais que ele pagou para comprar (a vista ou parcelado) o ponto. É mais ou menos assim que funcionam esses táxis convencionais.

Então, um trabalhador comum fica desempregado, não consegue se recolocado no mercado de trabalho o que ele faz? Baixa o aplicativo do Uber e pronto, já está trabalhando de táxi. Simples assim!

Aí, àquele cidadão que pagou 100 mil reais pelo ponto, é claro que ele vai ficar puto de raiva e vai partir pra ignorância, porrada, agressão e por aí vai. Não é fácil você pagar 100 mil reais em um ponto de táxi e vem outra pessoa baixar um aplicativo de graça e roubar os seus clientes daquele trabalhador que pagou tão caro para ter um ponto. É foda, mas, no final das contas, a tecnologia sempre prevalece. É simples assim!

Como existe essa “máfia” dos táxis, o que o Estado faz…. Exatamente isso, cria (ou tenta criar) uma regulamentação para os aplicativos de taxis. Porque o Estado “acha” que a regulamentação é a saída pra tudo nessa vida e no final das contas, esse câncer visa apenas arrecadar mais dinheiro, porque trabalhar do dia 01 de janeiro até o dia 3 de junho apenas para PAGAR IMPOSTOS não é o suficiente para o cidadão.

Então, vem o Uber e os patinetes elétricos para facilitar a locomoção do cidadão pela cidade… e o Estado vem e dá um tapa na nossa cara com a tal da “regulamentação”. Não é porque algo é REGULAMENTADO que seja bom ou eficaz para o cidadão. Pense nisso!

O que o Bitcoin tem haver com TUDO isso?

Antes de responder essa pergunta vamos fazer outra pergunta: Por que o ESTADO ainda não acabou com o Bitcoin?

Bitcoin
Bitcoin, a moeda digital descentralizada que já está mudando o mundo!

Resposta: Porque o Bitcoin (BTC) é uma moeda digital descentralizada! Ou seja, não possui em ente Central, um local físico, um endereço próprio como o facebook ou Google, por exemplo. Então não tem como o ESTADO ir ao local e fechar as portas daquela empresa, comércio ou corporação.

Esse é o único motivo porque o ESTADO e os GOVERNOS MUNDIAIS não conseguiram acabar com o Bitcoin ou com o mercado criptográfico, porque esse mercado promissor é DESCENTRALIZADO. Simples assim!

Leia: O que é Bitcoins?

A descentralização das criptomoedas é tão eficiente que a Receita Federal criou a instrução Normativa (IN) 1.888/19 e pede gentilmente aos usuários que preencham um formulário detalhando todas as suas transações com criptoativos (criptomoedas) e envie para eles, é mole!

Leia: Receita exige que usuários forneçam dados de todas as transações com criptomoedas! O que não te contaram!!!

No caso do decreto municipal provisório que regulamenta a utilização dos patinetes elétricos na capital paulista (que entrou em vigor no dia 29 de maio), só foi possível porque a empresa Grow, que controla duas empresas; a Yellow Soluções e Mobilidade Ltda e a Grin Mobilidade Ltda – é uma companhia CENTRALIZADA.

Ou seja, a empresa tem dono, um CEO e um local físico. Portanto, é extremamente fácil o governo criar um decreto “regulamentando” esse mercado e caso a empresa não cumpra com essas regras o Estado irá usar de toda sua autoridade centralizadora e irá fechar as portas dessa ou de quaisquer Startups que possam agir contra o Estado. Mais simples que isso é impossível!

O Estado adora manipular as massas!
O Estado adora manipular as massas!

Os nossos ilustres deputados não fazem nada para melhorar a vida do povo. Pelo contrário, basta alguma coisa se popularizar como o Uber e os patinetes elétricos que eles pensam logo em meter uma regulamentação, não no sentido de beneficiar o povo, mas de como arrecadar mais impostos para pagar os seus cartões corporativos sem limites.

Até tentaram regulamentar o Uber, mas não deu em quase nada. Melhor que isso, chegou ao Brasil o Arcade City (O “Uber” P2P descentralizado). Agora eu quero ver como o GOVERNO vai tentar regulamentar algo que não tem dono, um local físico para soterrar de impostos e impedir o seu crescimento como estão fazendo com os patinetes elétricos.

Não vai demorar muito para que a Grow se torne descentralizado e as novas Startups que surgirem também adotem a descentralização como meio de crescer sem a intervenção estatal.

Boa sorte a todos!