Mercado registra mais de 2 mil criptomoedas. Especialistas afirmam que 90% delas irão morrer!

Mercado cripto já ultrapassa mais de 2 mil criptomoedas criadas. Especialistas afirmam que 90% delas vão morrer!
Mercado cripto já ultrapassa mais de 2 mil criptomoedas criadas. Especialistas afirmam que 90% delas vão morrer! Por quê?

A criação de criptomoedas está na maior alta de todos os tempos! Segundo dados do CoinMarketCap (site que mostra a cotação das criptomoedas), a plataforma contabiliza 2.076 criptomoedas ativas no mercado.

Os dados foram feito pelo Coindesk, em 3 de outubro e mostra aumento de 3.000% no número de criptomoedas desde que o CoinMarketCap começou a rastreá-las, em 2013, quando havia apenas 66 criptoativos rastreados.

Os cálculos mostram que a uma média de 422 moedas entrando no mercado a cada ano, o que corresponde o surgimento de quase duas moedas por dia. O fundador da CoinMarketCap, Brandon Chez, disse à CoinDesk que desde o início ele já previa um crescimento desenfreado e está otimista para 2019.

O valor de mercado de todas as criptomoedas é cerca de US$200 bilhões. A Coindesk ressalva que a maior alta de todos os tempos na capitalização total de mercado foi de aproximadamente US$ 830 bilhões entre final de dezembro de 2017 a meados de janeiro deste ano.

Brandon ainda explica que para que uma criptomoeda seja listada na plataforma a mesma tem que preencher alguns requisitos, como estar listado em uma exchange pública e não ter volume de negociação igual a zero.

Nem tudo são flores…

Apesar do crescimento dos criptoativos estar de certa forma “descontrolado”, isso não significa que cada um desses ativos digitais tenha um futuro promissor. Isso significa que, criar uma criptomoeda é extremamente fácil, qualquer pessoa com poucos clicks pode utilizar a plataforma da Ethereum, da Waves, da NEO, Ardor (…) e criar sua criptomoeda (Token)– agora – manter a sua moeda no mercado, aí é bem mais complicado.

Os desenvolvedores têm que convencer o mercado sobre a ideologia daquela moeda:

Por quê ela foi criada?
Vai valer apenas eu investir naquela moeda?
Qual será o real beneficio que aquela moeda vai trazer no dia-dia?
Transações mais rápidas?
Taxas menores?

Enfim, são muitas questões que pode levar aquela criptomoeda ao sucesso ou ao fracasso. Como dissemos antes, criar uma criptomoeda é fácil, difícil e mantê-la no mercado!

Um relatório divulgado pelo portal Dead Coins, revelou que mais de 800 criptomoedas já podem ser consideradas “mortas”.

Há moedas demais no mercado????
Há moedas demais no mercado????

Outro dado interessante vem do site CoinSchedule, a qual afirma que no ano passado (2017) foram captados US$ 3,8 bilhões por meio de ICOs e neste ano já alcançou os US$11,9 bilhões. O site afirma que muitos desses projetos foram golpes ou realmente não deram certo.

Segundo os analistas, 90% das criptomoedas vão morrer!

Os analistas afirmam que nos próximos 10 anos (ou menos) 90% das criptomoeda existente no mercado irão morrer! Então, ao fazer um cálculo simples; das duas mil moedas existentes no mercado (arredondando) apenas duzentas dela iram continuar ativas.

Essa afirmação é dada como certa porque há muitas moedas no mercado que realmente não servem pra nada, são moedas apelidadas de Shitcoins. Ou seja, moedas de merda, que não vale nada, puro lixo – cujas mesmas foram criadas apenas para poluir o mercado e enriquecer os seus desenvolvedores e golpistas.

É claro que ninguém sabe quando isso vai acontecer. Apenas sabemos que vai acontecer e não vai ser de uma hora para outra, mas que vai acontecer, isso vai. Temos até uma teoria:

A bolha das criptomoedas!

Assim como ocorreu a famosa bolha da internet entre 2000 e 2001, fazendo que muitas empresas que nasceram na era da internet acabassem morrendo, surgindo assim, às gigantes da internet que conhecemos hoje, a mesma coisa vai acontecer no mercado de criptoativos. Essa suporta bolha dos criptoativos vai acontecer quando as criptomoedas se tornarem convencional (mainstream), e isso aos pouco vai acontecer.

Isso nos fez lembrar de um documentário chamado: História Americana; realidade ou mito? O documentário foi exibido no canal pago Discovery Civilization, no qual mostrou sobre a “Grande Queda da Bolsa de Valores em 28 de outubro de 1.929”.

Joseph P. Kennedy (pai do ex-presidente John F. Kennedy) tomou a sábia decisão de vender todas as suas ações três meses antes da queda da bolsa após seu engraxate ter revelado que estava investindo na bolsa de valores.  Joseph parou e pensou: se meu engraxate estava investindo em ações, isso significa que qualquer pessoa está investindo em ações!

Sendo assim, Joseph notou que haveria uma forte queda (correção) vinda aí, devido à quantidade imensurável de pessoas que estavam investindo na bolsa. Não deu outra; três meses após Joseph vender suas ações a bolsa de valores quebra (teve uma forte correção) levando os E.U.A  à famosa grande depressão.

No mercado de criptomoedas vai acontecer a mesma coisa! Após a SEC aprovar (em breve) as ETFs do bitcoin e a Bakkt negociar ETFs de bitcoins, outros países também vão criar suas ETFs, não só de bitcoin, mas de outras moedas promissoras, levando o mercado à casa dos trilhões de dólares.

Leia: Por que os especialistas afirmam que vai haver uma nova Bull Ran? E porque eles estão certos!

Bakkt fez seu primeiro anúncio que levará o mercado de criptoativos a outros patamares!

BAKKT já tem data definida para operar!

Ou seja, haverá uma forte alta no mercado (Bull Ran ao cubo) e um novo grande crash, e quando – esse novo grande crash espetacular acabar -, apenas as criptomoedas com as melhores ideologias e inovações é que, de fato, irão ficar no mercado, e as shitcoin (moedas de merda) vão tudo ir privada abaixo.

Boa sorte e bons negócios!