Por que os especialistas afirmam que vai haver uma nova Bull Ran? E porque eles estão certos!

A nova Bull Ran vem aí!
A nova Bull Ran vem aí!

Com a recente notícia que a Bakkt vai operar a partir do dia 12 dezembro, o mercado poderá ter uma nova Bull Ran (alta) muito em breve. Até porque, o mercado cripto passou por um longo período de queda e essa queda pode está chegando ao fim – devido às ótimas notícias – que farão o preço das criptomoedas subirem a outros patamares.

Porque uma nova Bull Ran, de fato, pode e vai acontecer em breve!

Simples: Analisando as notícias!

Haverá a entrada de dinheiro institucional no mercado cripto! Ou seja; dinheiros de grandes empresas, gigantes do atacado e do varejo que hoje, estão negociando ações na bolsa NYSE, passaram uma parte de seus investimentos em contratos futuros (físico) de bitcoin, e eles iram fazer esses “investimentos de pesos” porque JÁ É UM MERCADO REGULAMENTADO!

Leia: O mercado de criptomoedas é apenas uma criança, tem muito que crescer!

Bakkt fez seu primeiro anúncio que levará o mercado de criptoativos a outros patamares!

Isso sem contar que a BAKKT também vai operar com as ETFs do bitcoin. Sendo assim, não há como o preço, não só do bitcoin, como as de todas as criptomoedas não subirem. Isso é um fato!

Especialistas do mercado financeiro tradicional dão ótimas dicas para quem quer investir no mercado de criptomoedas
Especialistas do mercado financeiro tradicional dão ótimas dicas para quem quer investir no mercado de criptomoedas

Analistas de peso (foto acima) do mercado convencional, como; Dan Morehead (Pantera Capital Management), Mike Novogratz (ex Goldman Sachs), Chris Kline (co-fundador da Bitcoin IRA) e Tom Leen (Fundstrat Global Advisors) já afirmaram e reafirmaram que haverá novas altas no mercado de criptomoedas e os mesmos recomendaram que invistam (comprem) enquanto há tempo, porque depois, o céu não será o limite.

Leia: Analista (Tom Leen) afirma que preço do Bitcoin pode alcançar os US$22.000!

Tem mais: como dissemos em posts anteriores, o mercado está dando ÓTIMAS pistas sobre as Bull Rans que estão por vim, como por exemplo: a Fidelity Investments anunciou que em breve (ainda este ano) vai dá inicio as suas operações com os criptoativos; Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH).

Detalhe: a Fidelity Investments tem um portfólio com 27 milhões de contas de investidores e tem 2.7 trilhões de dólares sob-custódia!

Outro detalhe, não menos importante: O CEO e fundador da One Alpha, Yaniv Feldman, em uma entrevista para o programa Crypto Trader, declarou que a entrada da Fidelity Digital Assets no mercado de criptoativos terá mais influencia que a Bakkt da NYSE no preço do Bitcoin.

Isso sem contar que a ErisX, outras plataforma de investimento que tem um leque gigantesco de investidores institucionais anunciou que entrará em operação no primeiro trimestre de 2019 no mercado de criptoativos.

Ou seja, só notícia fo-das-ti-ca que levará o preço, não só do bitcoin, mas também de todas as criptomoedas a outros patamares. Como dissemos em posts anteriores (prepare-se para a nova alta do bitcoin) e agora reafirmamos: o pior chego é aquele que não quer ver!

Bull Ran ao quadrado, ao cubo e além…

O pacto das ETFs no mercado de criptomoedas será tão monstruoso que nós mesmos ousamos em duvidar que todas essas Bull Rans sejam possíveis e, de fato, serão possíveis sim.

Analisando o mercado atual

Existem quase 5.000 produtos negociados em bolsa no mercado, e o crescimento do mercado de ETFs é de 24% ao ano desde 2003, segundo a Bloomberg.

O estudo da Greenwich Associates descobriu que dois terços dos investidores institucionais sediados apenas nos EUA compram ETFs, correspondendo por quase um terço do volume de negociação de ações nos EUA — 10 bilhões de dólares ao dia!

No mercado mundial, as negociações de ETFs representam um volume de 45 trilhões de dólares. O produto interno bruto do Brasil (PIB), que é o acúmulo de todas as riquezas produzidas no país durante um ano é de apenas 1.7 trilhões de dólares.

Se esses investidores pegasse apenas 0,1% dos 45 trilhões de dólares e aplicassem nos ETFs do bitcoin (quando for aprovado) o marketcap do ativo digital que hoje é de 112 bilhões, ganharia mais 45 bilhões de dólares instantaneamente.

Agora imagina se pegasse apenas 1% e não 0,1%? É muito dinheiro que ainda pode entrar nesse mercado promissor! Isso sem contar os fundos de pensões, riqueza soberana e fundos mútuos de ETFs. Veja a foto acima! Ou seja, esses 45 trilhões são apenas de ETFs.

  • Pension funds (fundo de penções)
    Sovereign wealth funds (riquesa soberana)
    Endowments & Foudations (dotações e fundações)
    Mutual funds inc ETF (fundo mutuos de ETF)
    Insurance funds (fundos de seguros)

Resumindo o assunto: você acha que esses investidores institucionais vão querer ficar de fora desse mercado promissor? É claro que não!

Não é a toa que tem grandes analistas afirmando que o bitcoin vai chegar a; 40, 50, 100, 200 e até mesmo 500 mil dólares.  Na maior Bull Ran no final de 2017, o mercado de criptomoedas alcançou um marketcap de 850 bilhões de dólares. Quando os investidores institucionais investir apenas 5% do seu capital em ETFs do bitcoin, esse investimento vai elevar o marketcap a casa dos 2,25 trilhões de dólares. Ou seja, mais de duas vezes a grande alta no final de 2017 – e todo mundo sabe que, quando o bitcoin sobe, todas as criptomoedas sobem junto, pelo menos as mais promissoras.

Porém, devemos frisar que esse crescimento não será de um dia para o outro, de um mês para o outro, de um semestre para outro. Esse crescimento é a médio e longo prazo e de forma orgânica!

Leia: Porque a ETF da CBOE tem 99,99% de ser aprovado pela SEC!!!

O mercado de criptomoedas é apenas uma criança, tem muito que crescer!

Resumindo o assunto 2: O primeiro passo já foi dado: as operações da Bakkt vão começar em dezembro e a aprovação das ETFs do bitcoin pela SEC é questão de tempo. Então, tudo o que devemos fazer é aguardar e ficar de olhos abertos e ver como o mercado vai reagir quando essas notícias que afirmamos nos parágrafos anteriores se concretizarem.

Opa! Quase esquecemos: Isso sem contar a Halving (redução de recompensas) do bitcoin que ocorrerá em meados de 2020, quando a quantidade de moedas produzidas por bloco cai pela metade: dos atuais 12.5 para 6.25, aumentando ainda mais o grau de dificuldade de minerar a criptomoeda.

Boa sorte e bons negócios!

Observação: esse é um mercado de risco! O nosso site apenas informa e orienta sobre o que está acontecendo no mercado, portanto, o investimento que você pretende fazer, será por sua conta e risco. Fique ciente disso!!! Leia o nosso Termos de Uso!