Agora você sabeDestaque Especial

Plantão Cripto #52: Propagando política comprando votos dos eleitores!

Propagando política comprando votos dos eleitores! Quem dê mais vela as eleições?
Propagando política comprando votos dos eleitores! Quem dê mais vela as eleições?

Faltando alguns dias para as eleições, vem ocorrendo na propaganda eleitoral gratuita do Lula e do Bolsonaro uma oferta pra lá de duvidosa que põe em cheque até onde os candidatos estão dispostos a ir – para comprar o seu voto.

Antes, a propaganda do Bolsonaro fazia questão de mostrar a conquista dos 600 reais do Auxilio Brasil. Agora, além desses 600 reais, o governo Bolsonaro afirmou que o auxílio que, além de continuar, vai dar mais 200 reais para aqueles beneficiários que conseguirem um emprego.

Já a propagando do Lula, além de manter o Auxilio Brasil – que será renomeado para o Bolsa Família caso seja eleito – vai dar mais 150 reais para famílias que tenham crianças de até 6 anos, além de outros “beneficios”. Leia!

Quem dê mais benefícios vai ganhar as eleições?

Bolsonaro vai aumentar de 600 para 800 reais o Auxílio Brasil e o Lulinha vai dar mais 150 reais para família que tenha crianças de até 6 anos. Isso sem contar que um dos planos do Ciro Gomes é dar um auxílio digno de mil reais para famílias pobres e vai taxar os ricos para bancar essas regalias estapafúrdias governamentais.

⚠️Propaganda política comprando votos dos eleitores

Vamos refletir um pouco!

Meus queridos eleitores; vocês não estão percebendo que os políticos estão usando a crise financeira para comprar o seu voto! 

Será possível que é só eu que estou vendo isso ou muitas pessoas preferem se manter submissas às esmolas que o Papai Estado te dá?

O que o Lula, Bolsonaro, Ciro Gomes e muitos outros candidatos a vereador, senador, deputado e governador estão fazendo é a mesma coisa que o partido Nazista fez durante a crise financeira de 1929. 

Vamos voltar só um pouquinho no tempo:

Segundo as informações históricas, em 1920 à 1922 ficou conhecida como a crise esquecida. Isso se deve ao fato dos governos não se intrometerem na ganância do capitalismo. 

Após essa crise passageira houve anos de prosperidades, conquistas econômicas e certas ganancias por parte daqueles mais abastados. Até que em 24 de outubro de 1929 a bolsa de Nova York quebrou.

A grande depressão ocorreu em 24 de outubro de 1929 após a quebra da bolsa de Nova York
A grande depressão ocorreu em 24 de outubro de 1929 após a quebra da bolsa de Nova York

A partir dessa fatídica crise econômica que também ficou conhecida como – a grande depressão – fez com que milhares de investidores perdessem tudo com a quebra da bolsa.

  • Pessoas que antes eram bem de vida passaram a morar na rua,
  • Pessoas que antes tinham um poder aquisitivo alto passaram a vender seus bens para colocar comida na mesa e,
  • Pessoas que antes tinham uma dependência financeira passaram a pegar sopão que eram distribuídos aos necessitados e por aí vai.  

O fato é que essa crise de 1929 não afetou apenas os Estados Unidos, mas sim, o mundo todo. Foi aí que os nazistas começaram a criar articulações políticas socioeconômicas para chegar ao poder.

Voltando para o presente…

O fato é que os políticos estão usando a atual crise financeira para convencer que eles – os políticos – tem a solução perfeita para resolver os problemas – que os próprios políticos criaram – e, portanto, só precisa do seu voto para resolver os problemas que o livre mercado já teriam resolvido caso esses ditos sábios políticos deixassem o livre mercado agir. 

Após o estouro da bolsa de Nova York ocasionando a grande depressão que afetou o mundo, Hitler e seus sábios marqueteiros usaram até onde podia a fórmula mágica da propaganda nazista de ‘como iria acabar com aquela crise financeira’ que levou milhões de pessoas à miséria. Ou seja, o partido nazista de Hitler usou o crise financeira como palanque para ganhar votos e ser eleito.

Mas para combater essa crise que assolou o mundo , – Hitler – teria que subir ao poder e foi exatamente isso que aconteceu e o resultado, bom, todo mundo sabe. Caso você não saiba  – você deve ser alienígena ou alienado – fica a seu critério. Pare de ver novelas e reality shows e vá ver um pouquinho de documentário.    

Recomendo que veja o seguinte documentário: Quem financiou Hitler e você vai entender do que estou falando. 

Voltando ao assunto…

  • O mundo está passando por uma pandemia que destroçou a economia graças às medidas patéticas e autoritárias de todos governantes mundo afora, 
  • Deixaram milhões de pessoas na miséria com aquela falácia: “fica em casa que a economia a gente vê depois“, 
  • Imprimiram dinheiro descontroladamente, 
  • Destruíram a economia libertando um monstro chamado ‘ inflação’ e agora, eles vem com a falácia de que vão resolver os problemas que eles mesmos criaram.

Veja esses cinco vídeos que você vai entender do que eu estou falando:

Agora tanto Lula quanto Bolsonaro e demais candidatos vem afirmando que vão dá isso, vão dá aquilo e vão dar aquilo outro e, em troca, só precisa do seu voto. Simples assim!

  • Lembra do que Soraya Thronicke falou sobre os economistas do Lula? (veja o vídeo acima) e este vídeo aqui: Eleições 2022: Melhores momentos
  • Lembra do que Bolsonaro falou durante o debate?
  • Lembro do que Bolsonaro e Lula falaram no primeiro debate à presidência na Band:

Pois é, não é! Políticos são tudo iguais. Só falam aquilo que você quer ouvir.

Por isso eu digo: O seu voto não vale nada!

Eleições 2022: O seu voto não vale nada!
Eleições 2022: O seu voto não vale nada!

O seu voto é a falsa sensação de que você acha que tem o poder de escolha, mas não tem. Nada como uma boa articulação política para que projetos de leis e regulamentações abobalhadas e idiotas sejam aprovadas para deixar você só mais um pouquinho dependente do estado.

Nada como ficar a madrugada inteirinha na fila para fazer ou atualizar o cadastro do CadÚnico para perceber que o Papai Estado conseguiu o que ele sempre sonhou: que você, gado submisso, fique cada vez mais dependente do estado e continue achando que o seu voto vai mudar alguma coisa.  

Após o seu parasita de estimação ser eleito ou reeleito ele vai governar para atender os interesses deles e do partido em troca de votos, mais dinheiro e mais poder.

De modo que, caso necessário, eles vão regular ou regulamentar algo ou alguma coisa que possa está lhe beneficiando caro eleitor e, em troca, vai tornar a sua vida um pouco ‘mais’ pior. A regulamentação dos patinetes elétricos é um ótimo exemplo!

Se der errado eles vão se esconder embaixo do telhado de vidro que eles chamam de democracia.

Como os libertários afirmam:

“O inferno está pavimentado de boas intenções”.

Agora, caso você acha que o que eu falei aqui é pura besteira, uma baboseira de fim, sem nenhum fundamento. Não tem problema. Eu entendo, a sua conexão com a Matrix ainda é muito forte.

Pelo menos tente tirar a venda dos seus olhos e comece a enxergar o óbvio: O Lula quer lhe castrar meu caro eleitor. Simples assim!

Leia: Interesse de Lula em regular mídia levanta temor de controle e censura, segundo especialistas

Sendo assim, ao menos, vote de modo consciente. Você não precisa gostar do Bolsonaro ou do Ciro Gomes. O que você precisa é votar de forma estratégica.

Portanto, a única opção para o poder vermelho não entrar e transformar o Brasil em uma Venezuela, em uma Bolívia ou em uma Argentina é votar no menos pior. E esse menos pior, querendo você ou não é o Bolsonaro. Simples assim!

Como eu disse agora há pouco: Você não precisa gostar do Bolsonaro, você precisa votar de forma consciente. 

Boa sorte a todos!