Top dez criptomoedas que você pode investir a médio e longo prazo!

As 10 moedas mais promissoras que você deve investir a médio e longo prazo
As 10 moedas mais promissoras que você deve investir a médio e longo prazo

Apesar de muitos acharem que investir em criptomoedas não é investimento, já publicamos um post reafirmando o contrário: Investir em criptomoedas é um tipo de investimento sim! Acesse e leia!

No entanto, antes de investir nesse mercado promissor, você deverá estudar a ideologia e se aprofundar a qual propósito, objetivo e quão bom a criação daquela moeda vai beneficiar, não só a comunidade, mas o mundo. Para você ter uma noção do que realmente estamos falando sobre a “ideologia” (o porquê aquela moeda foi criada), leia a nossa análise sobre a criptomoeda Elastos. É um projeto inovador e tem tudo para dar certo!

Contudo, apesar de muitos projetos serem inovadores e até ambiciosos, como o da criptomoeda Lunes (LNS), alguns deles não irão se concretizar. Muitas criptomoedas têm ótimas ideologias, na teoria! O grande problema é sair da teoria e entrar na prática! Ou seja, para que a ideologia de uma criptomoeda abrace o mundo real esse projeto tem que ter adoção, demanda, consumo, compra!

Se os investidores reais (não os especulativos que só querem lucrar na alta e na baixa), aqueles que acreditam na ideologia da moeda não abraçar a mesma, aquela criptomoeda poderá ter o melhor projeto do mundo, mas vai acabar morrendo por não ter a adoção do mundo lá fora.

Agora chega de lero-lero e leia as 10 moedas mais promissoras que você deve investir a médio e longo prazo! Lembrando que, esse é um mercado de risco e você NUNCA, JAMAIS pode investir aquele dinheiro que você não pode perder! Leia o nosso Termos de uso!

Essa análise foi baseada no YouTuber, Anderson Cesar, do canal Crypto Insights Brasil.

Crown (CRW) – Os governos que estão dispostos a resolverem soluções com apoio da blockchain, essa criptomoeda pode atender essas necessidades governamentais, tendo uma equipe apta a auxiliá-los podendo ter uma forte demanda para a moeda, cuja mesma NÃO TEM anonimato, por essa razão que os governos podem se interessar pela plataforma da cripto.

Outro ponto positivo que pode fazer o preço da Crown se valorizar é que em outubro ela passou pela Halving, que é a diminuição da quantidade de moedas por bloco, dos atuais 10 para apenas 5 moedas, tornando a cripto mais escassa.

Tem mais: a criptomoeda vai passar por mudança pelo seu mecanismo de consenso e passará a ser Pos: Propf Of Stake, onde os validadores das transações só iram ganhar recompensas se tiverem uma quantidade de moedas em carteira, deixando a mesma ainda mais escassa no mercado.

Leia: Qual a diferença entre proof of work vs proof of stake?

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$0,35 cents. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: https://crown.tech

 

Horizen (ZEN) – Esta criptomoeda é focada no anonimato, unindo o que a de melhor do sistema de governança da Dash (DASH) e o anonimato da Zcash (ZEC).  A Horizen também utiliza uma segunda camada de rede Masternodes para a criação de aplicações focada no anonimato e privacidade.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$13,22. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: www.horizen.global

 

 

 

 

Elastos (ELA) – A ideologia da Elastos é trazer a escassez para a internet da seguinte forma:

Vamos supor que um autor publique um livro apenas no formato digital (e-book). Agora imagine que qualquer pessoa má intencionada poderá duplicá-lo e distribuí-lo na internet de forma TOTALMENTE GRATUITA para quem quiser e ainda por cima o autor do livro não irá ganhar um centavo pela sua publicação que está sendo disseminada na rede de forma gratuita.

Nesse cenário, o projeto da Elastos (ELA) visa combater essa pirataria. Para maiores informações, fizemos um post detalhado sobre esse projeto que tem tudo parar dá certo. Leia: Porque você deve investir na Elastos (ELA)!

 

 

 

Ark (ARK) – O projeto da cripto visa criar uma ponte para a comunicação entre diferentes blockchains publicas ou privadas.

O projeto da cripto tem um time formado por desenvolvedores , cientistas , PHDs e muitos colaboradores com alto conhecimento em desenvolvimento em blochains. Além ter diversas parcerias no setor privado.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo  negociada a US$0,70. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: https://ark.io/ 

 

 

Polymath (POLY) – A plataforma dessa criptomoeda visa ser a criação de security token (tokens de garantia ou criptomoedas de garantia), também conhecido com STO – que irá funcionar da seguinte forma:

As empresas criam uma criptomoeda (utilizando alguma plataforma, como a da Ethereum, NEO, Waves (…). Nesse caso, esses tokens serão lastreados em um determinado ativo subjacente, como ações, por exemplo.

Alguns relatórios mostraram que o valor de mercado dos STO vai aumentar 10 trilhões de dólares nos próximos dois anos, visto que as ICOs (Ofertas Iniciais de criptomoedas) vão acabar devido que, grande maioria desses projetos acabaram em golpes ou sem fundamento solido.

É aí que a Polymath entra com a faca e o queijo na mão: porque, com a falicitação dos security token com ações tokenizadas utilizando a blockchain, irá abrir uma nova forma de arrecadação, que é a STO. A plataforma da Polyamth é a plataforma que auxilia a criação desses STO.

Melhor que isso: cada vez que uma empresa utilizar a plataforma da Polyamth, na criação dos Security Token, o criador, seja empresário ou desenvolvedor, será obrigado a utilizar a criptomoeda Polymath (POLY), fazendo com que a cripto se valorize a médio e longo prazo, dando ainda mais a garantia que aquele projeto estará assegurado e não será mais um scam.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$0,19 cents. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: https://polymath.network

 

Pylon (PYLON) – Essa criptomoeda nasceu através de startup que visa a distribuição de energia elétrica renovável. A estimativa é que daqui a cinco anos o uso de energia elétrica renovável como a de luz solar e eólica irá triplicar.

Atualmente, o grande problema é que a pessoa realmente não sabe o quanto está consumiu é, de fato, o que está sendo cobrado pela concessionária de energia, porque o sistema de marcação de consumo não é aberto e transparente. O objetivo da Pylon é mostrar de forma eficiente dentro da sua blockchain o real consumo que você está consumindo.

Como você sabe, se você não, sabe devia saber, é que a blockchain é imutável e auditável por qualquer pessoa. O usuário poderá instalar um software em seu celular e monitorar em tempo real a quantidade de energia que você realmente está consumindo e irá pagar somente aquilo que foi, de fato, consumido.

O projeto da moeda também visa interligar pequenos produtores a outros consumidores. Ou seja, se a pessoa tem um sistema, no qual, produz energia e não utiliza toda sua produção, automaticamente a sua energia será vendida a quem precisa.

Um detalhe muito importante: Por enquanto a Pylon está usando a plataforma da Ethereum, mas os seus desenvolvedores já estão criando a sua própria blockchain para que a cobrança de energia elétrica seja cobrada pela sua própria criptomoeda que irá se chamar de Pyloncoin (PYLNC).

Outro detalhe, não menos importante, é que você deverá ficar de olho no Token da Pylon – Pylon Network (PYLNT) – esse token, quem o mantêm em carteira, lhe dá o direito de receber parte dos dividendos em Pyloncoin (PYLNC), apenas por manter as moedas guardadas.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$1,36. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: https://pylon-network.org

 

Storj (SRJ) – A criptomoeda é uma plataforma de armazenamento descentralizado em nuvem. A cripto tem alguns concorrentes como a Siacoin (SC), MaidSafe (MAID) e Filecoin (FIL). Com tudo, o grande diferencia da Storj é que a cripto mantêm uma escalabilidade muito maior devido ao uso da sua tecnologia, cujo nome é Sharding.

Essa tecnologia fragmenta os arquivos antes de serem baixados e transferidos. A Storj também utiliza uma camada adicional em seu sistema, garantindo uma maior privacidade, já que os arquivos são criptados de ponta a ponta.

Atualmente, milhares de usuários utilizam datacenters centralizados, como os servidores da Amazon, Google Drive, Mega, DropBox. Chegará um tempo que a utilização desses locais terá um custo muito maior e a utilização da blockchain além de ser maior, é muito mais segura e muito mais barata.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$0,37 cents. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: storj.io

 

Substratum (SUB) – A ideologia dessa cripto visa solucionar a computação destituída com o objetivo de descentralizar toda a internet. Por exemplo:

Ao acessar qualquer site na internet, seus dados ficam armazenados em poucos servidores centralizados, como o Google, facebook, Microsoft, Apple. Essas empresas já foram acusadas de compartilhar de forma secreta dados de seus usuários.

A solução da Substratum é distribuir todo esse pode que está nas mãos de poucos para toda a população do mundo, de forma segura via blochchain e anônima, já que cada computador será responsável por incriptar os dados de ponta-a-ponta, cada uma dessas informações.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$0,11 cents. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: substratum.net

 

 

Adbank (ADB) – A criptomoeda representa uma plataforma de publicidade descentralizada, que liga criadores de conteúdo a anunciantes, sem a necessidade de um intermediário, tornando o processo mais eficiente, mais barato e infraudável.

Por que infraudável? Simples: Um relatório publicado por (…) mostra que a maior parte do trafego gerado na internet é formada por bots. Esses robozinhos é uma verdadeira praga na rede mundial de computadores, disseminando visitas falsas na web. Não é a toa que grande parte dos sites utilizam o google recaptcha (não sou um robô).

A solução do Adbank é utilizar a blockchain e acabar com essa praga, deixando tudo transparente e auditável da seguinte forma:

A empresa que está anunciando irá ver em tempo real quem realmente está assistindo os vídeos no YouTube, por exemplo, ou quem realmente está acessando aquele site a qual o anunciante pagou para divulgar o seu produto ou serviço e não um bots (robô), já que o gerenciamento será monitora pela sua plataforma que tem uma tecnologia embutida de inteligência artificial.

Ao identificar que bots estão acessando determinado locais, a inteligência artificial da plataforma irá eliminar e dá apenas relatórios reais e concretos, que foram acessados por seres humanos e não por bots.

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$0,003 cents, menos de meio centavo de dólar ou  50 satoshi. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: https://adbank.network

 

Civic (CVC) – A criptomoeda visa suprir uma demanda absurda que é a segurança, o armazenamento e a digitalização dos nossos documentos.

Exemplo: você finalmente vai fazer a sua tão sonhada viagem internacional. Porém, para poder realizar a sua viagem dos sonhos, você terá que tirar o seu passaporte. Sendo assim, você terá que levar vários documentos e se tiver filhos, aí terá algo a mais para se preocupar. Ou seja, mais documentos e burocracia que não acaba mais.

Com tudo, se utilizar a blockchain da Civic (CVC), você já terá digitalizado e armazenado todos os seus documentos, dos mais simples aos mais complexos. Sendo assim, ao invés de ficar levando todos os documentos, a policia federal apenas consulta a plataforma da Civic, agilizando a emissão do seu passaporte. O mesmo vale para renovar o documento!

Até o fechamento deste post, cada unidade da moeda estava sendo negociada a US$0,12 cents. Para maiores informações, acesse o site oficial da moeda: www.civic.com

 

Reforçando o aviso: Devemos lembrá-los que esse é um mercado de risco e não nos responsabilizaremos caso de alguma merda. Fica por sua conta e risco! Leia o nosso Termos de uso. Parte dessa análise foi baseado na análise do YouTuber, Anderson Cesar, do canal Crypto Insights Brasil.

Boa sorte e bons negócios!